'Rua Sésamo' apresenta primeira personagem autista

A série de animação dá as boas-vindas a Julia, num programa especial sobre crianças com autismo

Julia é o mais recente membro da família Rua Sésamo, que na passada quarta-feira lançou uma iniciativa online para alertar para o autismo entre as camadas mais jovens. Em Sesame Street and Autism: See All in Amazing Children, a rapariga de cabelo laranja e olhos verdes desempenha um papel de destaque e pretende mostrar que as crianças com a mesma condição que a sua também sabem brincar e desenvolver relações normais de amizade.

O programa educacional, desenvolvido pela instituição Sesame Workshop em parceria com 14 outras organizações, está disponível para computadores e smartphones, sob a forma de uma aplicação. Inclui dicas de rotina diárias e vários materiais para ajudar famílias e amigos de crianças com esse problema de saúde.

"Crianças com autismo têm cinco vezes mais probabilidades de serem vítimas de bullying", explicou à revista People a vice-presidente da Sesame Workshop, Jeanette Betancourt. "E com uma em cada 68 crianças a ter autismo, é muito bullying. O nosso objetivo é mostrar o que todas as crianças têm em comum e não as suas diferenças. Crianças com autismo partilham a alegria pelas brincadeiras, por terem amigos e fazerem parte de um grupo", acrescentou.

Nas redes sociais, a Rua Sésamo tem ainda feito questão de espalhar a hashtag #SeeAmazing, para encorajar pessoas a partilhar as suas histórias, vídeos e fotografias que abordem este tema.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.