O Herschel homenageado no "doodle" da Google é uma ela

Quem foi Caroline Herschel? Uma soprano e astrónoma, irmã do Herschel que descobriu Urano

O nome Herschel ficou na história da astronomia: afinal, William Herschel descobriu o planeta Urano e as luas de Saturno. Mas há um, ou melhor, uma Herschel que é menos conhecida: Caroline, a quem o Google presta esta quarta-feira homenagem, com um doodle - a imagem comemorativa que substitui o familiar logótipo da empresa no topo da página do motor de busca.

Caroline Herschel foi a primeira mulher a ser distinguida pela Royal Astronomical Society, em 1828 - e seriam precisos mais de 150 anos até outra mulher receber o mesmo prémio.

A astrónoma nasceu há 266 anos, em Hanover, a oitava filha de uma família da Alemanha rural - na altura Prússia. Quando tinha 22 anos mudou-se para Bath, em Inglaterra, para perto do irmão William, aproveitando a oportunidade para escapar à perspetiva de uma vida fechada em casa dos pais - segundo os relatos da época, era uma mulher pequenina, marcada pelo tifo e desfigurada pela varíola, que a mãe se tinha esforçado para manter em casa, quase como criada.

Em Inglaterra descobriu que o irmão mais velho se tinha apaixonado pela astronomia, um interesse que acabou por partilhar, acabando por se tornar sua assistente.

Nas suas observações, Caroline Herschel descobriu sete cometas. Em reconhecimento pelo seu trabalho o Rei Jorge II começou a pagar-lhe um salário, tornando-a na primeira mulher a ser paga pelo seu contributo para a ciência.

O professor de Cambridge Michael Hoskin, autor de vários livros sobre William Herschel, considera mesmo que o astrónomo não teria conseguido um lugar tão brilhante na história da ciência sem a ajuda da irmã. Não foi fácil, no entanto, sair da sombra do irmão, já que muitas das suas descobertas acabaram por ser publicadas por ele, apenas com as iniciais C.H. a dar conta da sua participação, explica Hoskin.

Ainda assim, gozou de algum sucesso: foi membro da Academia Real de Ciência Irlandesa e recebeu a medalha de ouro da Academia de Ciências da Prússia. A cratera lunar C. Herschel foi batizada em sua honra.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG