RTP sem Liga dos Campeões, mas com Taça de Portugal e Supertaça

A mais importante prova de clubes europeus sairá da programação da estação em 2019/2020

A RTP vai deixar de transmitir os jogos da Liga dos Campeões em 2019/2020. Por outro lado, serão transmitidos pela estação, durante as próximas duas temporadas, dez encontros (por época) da Taça de Portugal, mais a final, e ainda a Supertaça.

O protocolo entre a RTP e a Federação Portuguesa de Futebol foi assinado esta quinta-feira. Serão ainda transmitidos os cinco jogos de preparação da seleção nacional para o Mundial deste ano, na Rússia, e a gala Quinas de Ouro, que será a 19 de março, explica o Record.

O presidente da estação, Gonçalo Reis, citado pelo diário desportivo nacional, disse que se trata de uma atitude "ponderada" e que os "valores da Champions League são incomportáveis".

"Com os valores atuais não faz sentido ter este conteúdo, apesar de ser aliciante", disse também.

"A Taça de Portugal é conteúdo icónico em que até agora só era transmitida a final e a Supertaça", afirmou o gestor, salientando que a estação pública adquiriu os direitos para as próximas duas épocas para "transmitir em aberto todas as etapas".

"Queremos dar mais opções aos cidadãos" e a Taça de Portugal "está no imaginário dos portugueses, pelo que faz sentido" a RTP transmitir.

"A RTP está especialmente equipada para tratar deste produto" e, além disso, "conhece a realidade local", pelo que no dia das competições irá fazer programas localmente.

Além de "descentralizar" e "promover a diversidade", esta iniciativa traduz a "inovação", pois "é a primeira vez que os jogos são transmitidos em todas as etapas em sinal aberto", disse.

Os direitos de transmissão são para a RTP1, RTP Internacional e RTP África.

Contudo, a RTP está atenta ao concurso para aquisição dos direitos de transmissão da Liga dos Campeões para o triénio 2019-2022, e não descarta totalmente a hipótese de fazer uma proposta, mediante os valores que possam ser praticados.

"Vamos deixar o mercado funcionar", concluiu.

Ler mais

Exclusivos