RTP adquire direitos dos Jogos Olímpicos PyeongChang2018 e Tóquio2020

Serão 200 horas de emissão de conteúdos dos Jogos Olímpicos de Inverno

A RTP anunciou hoje ter adquirido os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Inverno PyeongChang2018 e Jogos Olímpicos Tóquio2020, através de uma operação de sublicenciamento ao grupo Discovery.

De acordo com a estação pública, além dos resumos dos Jogos Olímpicos de Inverno, que começam na sexta-feira, está "garantido o acompanhamento, em canal aberto e em direto, da participação dos atletas portugueses nos Jogos Olímpicos de 2020, através da exibição de 200 horas de conteúdos do evento".

Em comunicado, a RTP explica que o Comité Olímpico Internacional (COI) decidiu vender todos os direitos de transmissão, no espaço europeu, ao Grupo norte-americano Discovery -- proprietário dos canais Eurosport, com o qual foi agora feita a negociação.

A partir de sexta-feira, a RTP vai acompanhar os Jogos Olímpicos de Inverno PyeongChang2018, que decorrem até 25 de fevereiro, na Coreia do Sul.

Além das cerimónias de abertura e encerramento, a RTP vai transmitir diariamente um resumo dos melhores momentos do dia, e análise de resultados.

Portugal vai estar, pela primeira vez, representado em duas modalidades nos Jogos Olímpicos PyeongChang2018, com Arthur Hanse, no esqui alpino, e Kequyen Lam, em esqui de fundo.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 disputam-se entre 24 de julho e 09 de agosto.

.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".