Obama responde a provocação de Trump no Twitter

Obama leu vários comentários negativos sobre si próprio, do Twitter, entre os quais uma provocação de Donald Trump, no programa "Jimmy Kimmel Live"

Pela segunda vez, o ainda presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, aceitou ler comentários negativos escritos sobre si próprio no Twitter, na célebre rubrica que integra o programa Jimmy Kimmel Live, o Mean Tweets (Tweets mauzinhos).

Obama leu em voz alta uma série de comentários desfavoráveis feitos pelos utilizadores do Twitter. Desta vez, foram vários os insultos proferidos. "Aposto que Obama gosta de mostarda no seu cachorro quente, porque ele é nojento"; "Descobri que a minha filha partilha o mesmo dia de aniversário que Obama. VÓMITO"; "A minha mãe comprou um novo amaciador e não presta. A culpa é do Obama", são alguns dos comentários lidos pelo líder americano.

Um utilizador da rede social chegou a questionar se Obama "sabia levantar pesos", algo que também pode ter tido uma conotação sexual, ao que o presidente respondeu com humor: "Bem, eu levantei a proibição dos charutos cubanos. Isso vale alguma coisa", brincou.

Por último, chega talvez um tweet que Barack Obama não esperava ler. O candidato às próximas eleições dos Estados Unidos pelo partido republicano, Donald Trump, considerou Obama "o pior presidente da história dos Estados Unidos da América". O líder da Casa Branca não hesitou na resposta: "Pelo menos cheguei a ser um presidente".

Exclusivos