Novas viaturas dos bombeiros lisboetas em 1925

Acabavam-se as viaturas com tração animal e os bombeiros da capital passavam a contar com o mais moderno equipamento de combate ao fogo

Passava a pertencer ao passado os carros de bombeiros puxados por animais pelas ruas de Lisboa e iniciava-se uma nova era reservada apenas às viaturas motorizadas, noticiava o DN de 4 de outubro de 1925, mostrando na primeira página vários fotografias do novo equipamento. O jornal, entusiasta com a ação da câmara municipal e do comandante Rodrigues Alves, acrescentava mesmo que "as novas viaturas são dignas de uma grande capital". Uma imagem de um bombeiro municipal, e na altura seriam cerca de 500, surge também em destaque; assim como três fotografias do novo material adquirido, com o chamado carro de projetores a brilhar, tal como o equipamento exibido às portas dos quartéis na Avenida Defensores de Chaves e na Avenida Presidente Wilson, que mais tarde, passado o fervor republicano, voltará a ser batizada de Avenida D. Carlos I.

Ler mais

Exclusivos