Não quer imagens íntimas na Internet? Use o Facebook

Objetivo de nova tecnologia da rede social é evitar a chamada "pornografia de vingança"

"Revenge Porn" é um dos grandes flagelos que acompanhou o desenvolvimento das tecnologias de comunicação e a aproximação das pessoas no mundo digital. "Pornografia de vingança", numa tradução literal, consiste em partilhar ou divulgar imagens íntimas, na maior parte das vezes de teor sexual. Isto, obviamente, sem a autorização das pessoas que são visadas e alvo da "vingança".

Para evitar estas situações, o Facebook aliou-se a uma agência governamental australiana. "Vemos várias situações em que fotos, ou talvez vídeos, são tirados, num certo ponto, de forma consensual, mas depois, sem qualquer tipo de consentimento, são enviados para uma audiência mais vasta", explicou Julie Inman Grant, comissária de e-Safety (segurança online) à ABC.

Assim, a solução pode passar pela pessoa enviar para si mesma as imagens de cariz íntimo, através do Facebook. Sim, leu bem, a solução pode passar por partilhar logo à partida os conteúdos com a conhecida rede social.

O objetivo é que depois o Facebook, através de tecnologia avançada, consiga atribuir uma espécie de impressão digital à fotografia ou vídeo, para depois impedir que, se alguém tentar partilhar ou divulgar sem consentimento, tal não seja possível.

"Não estão a guardar a imagem. Estão a guardar uma ligação e a usar inteligência artificial e outras tecnologias para identificar imagens", explica a comissária australiana para a segurança online.

"Assim, se alguém tentar partilhar a mesma imagem, que deverá ter a mesma impressão digital, será impedido de o fazer", acrescenta.

A ABC explica ainda que, se tudo correr como pretendido, o conteúdo nunca aparecerá no Facebook. É usada "tecnologia de ponta", de acordo com Antigone Davis, responsável máxima de segurança global do Facebook. "A segurança e bem-estar da comunidade do Facebook é a nossa máxima prioridade", diz.

A Austrália é um de quatro países que participa nesta experiência piloto que é vista pela primeira vez na indústria, mas não se sabem quais são os outros locais onde vai ser testada esta tecnologia.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Media
Pub
Pub