Morte de Meryn Trant foi a mais cara de "A Guerra dos Tronos"

Entre as centenas de mortes que já se viram na série dramática da HBO, a de Meryn Trant às mãos de Arya Stark (Maisie Williams) foi a mais dispendiosa à produção de "A Guerra dos Tronos"

Nem Ned Stark (Sean Bean), nem Hodor (Kristian Nairn) nem grande parte da família Stark durante o massacre no Red Wedding. A morte mais dispendiosa de A Guerra dos Tronos foi a de Meryn Trant, personagem secundária interpretada por Ian Beattie, às mãos de Arya Stark (Maisie Williams). A revelação foi feita pelos criadores do drama da HBO no Festival SXSW 2017, que decorre até ao próximo domingo em Austin, no Texas, EUA.

DB Weiss e David Benioff não explicaram as razões pelas quais esta morte foi a mais cara, limitando-se a dizer que Arya "não poderia furá-lo de verdade". Isto porque foi a personagem de Williams quem, no final da quinta temporada, apunhalou aquele que era um dos cavaleiros da guarda real do rei Robert Baratheon (Mark Addy).

A adaptação televisiva dos livros de fantasia de George R. R. Martin regressa com a respetiva sétima temporada a 16 de julho aos EUA - e menos de 24 horas depois a Portugal, através do Syfy -, sendo esta composta por apenas sete episódios. O cantor Ed Sheeran fará uma participação especial.

Ler mais

Exclusivos