Lena d'Água é concorrente no Festival da Canção

A RTP divulgou esta quinta-feira os nomes dos participantes na segunda semifinal do evento musical, que acontece em fevereiro

Lena d'Água vai estar entre os concorrentes na segunda semifinal do Festival da Canção. A cantora, de 60 anos, vai interpretar um tema de Pedro Silva Martins, compositor, letrista e guitarrista celebrizado pelo grupo Deolinda.

Esta não é a primeira vez que aquela que foi a primeira mulher em Portugal a integrar, como vocalista, uma banda de rock (os Beatnicks, em 1976) está presente no certame. Em 1978 participou como coralista do grupo Gemini e acompanhou-os à Eurovisão em Paris com a canção Dai Li Dou.

Já em 2000, Lena d'Água representou Portugal no Festival da OTI em Acapulco, no México, com a canção de José Jorge Letria e José Marinho Mar Portugal.

A segunda semifinal do concurso acontece a 26 de fevereiro, depois de uma primeira no dia 19. A final, de onde sairá eleito o cantor que estará na Eurovisão na Ucrânia, em maio, terá lugar a 5 de março e será disputada entre cinco concorrentes.

Além de Lena d'Água, a RTP anunciou outros intérpretes da segunda semifinal, que se juntam aos oito anunciados anteriormente. São eles:

Primeira semifinal:

Canção 1: Márcia (compositor Márcia)
Canção 2: Golden Slumbers (compositor Samuel Úria)
Canção 3: Fernando Daniel (compositor Nuno Feist)
Canção 4: Deolinda Kinzimba (compositor Rita Redshoes)
Canção 5: Rui Drumond (compositor Héber Marques)
Canção 6: Lisa Garden (compositor Siraiva)
Canção 7: Salvador Sobral (compositor Luisa Sobral)
Canção 8: Viva La Diva (compositor Nuno Gonçalves)

Segunda semifinal:

Canção 1: David Gomes (compositor Tóli César Machado)
Canção 2: Lena d'Água (compositor Pedro Silva Martins)
Canção 3: Beatriz Felício (compositor Jorge Fernando)
Canção 4: Pedro Gonçalves (compositor João Pedro Coimbra)
Canção 5: Helena Kendall (compositor João Só)
Canção 6: Celina da Piedade (compositora Celina da Piedade)
Canção 7: Jorge Benvinda (compositor Nuno Figueiredo)
Canção 8: A Definir (compositor Noiserv)

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.