Era vista como "a nova Steve Jobs". Mas afinal era uma fraude

Elizabeth Holmes, a fundadora da Theranos, foi acusada de fraude pelo regulador dos mercados dos EUA.

Chegou a ser vista pela imprensa americana como uma espécie de sucessora de Steve Jobs na área tecnológica. Chegou a ter uma fortuna avaliada em 4,5 mil milhões de dólares. E prometia revolucionar a indústria de diagnósticos de saúde, como a Apple fez com os telemóveis e a Amazon no retalho.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Ler mais

Exclusivos