BBC paga dez vezes menos a Navratilova do que a McEnroe

A ex-tenista acusou a estação pública num programa da própria BBC.

A antiga campeã de ténis Martina Navratilova ficou chocada ao saber do tratamento díspar da BBC em relação à própria e a outro campeão da modalidade, o norte-americano John McEnroe. Navratilova partilhou a indignação no programa Panorama, da estação pública britânica, que vai hoje para o ar.
"É um pouco difícil comparar com exatidão porque umas pessoas fazem mais programas do que outras, mas no geral foi um choque saber que o John McEnroe recebe pelo menos 150 mil libras e eu 15 mil. A não ser que McEnroe faça muito mais coisas fora de Wimbledon [para a BBC] ele ganha dez vezes mais do que eu."

A BBC esclareceu que os comentadores têm contratos diferentes e que a antiga desportista de origem checa fez comentários em três jogos, enquanto McEnroe trabalhou durante as duas semanas do torneio.

"É chocante. A conclusão é que as vozes dos homens são mais valorizadas do que as das mulheres", lamentou Navratilova.

Uma auditoria realizada na BBC concluiu que existe uma desigualdade salarial entre homens e mulheres de 6,8%, mas que "não existe discriminação alguma em função do género". No entanto, segundo o Le Monde, dos 14 maiores salários da empresa britânica, 12 são de homens.

Exclusivos