A nova SBSR.fm não é uma "playlist", "é uma estação de rádio"

A nova estação do promotor Luís Montez conta com o apoio da Unicer e pretende dar voz aos novos artistas, principalmente os portugueses. Emite desde ontem de manhã na frequência da rádio Nostalgia, que foi descontinuada

Ana Filipe Silveira

Nasceu ontem nos estúdios em Lisboa - e na frequência - da agora descontinuada rádio Nostalgia. Chama-se SBSR.fm e a sua missão está bem definida: divulgar música nova. Portuguesa. "Os novos artistas têm aqui uma casa às ordens. A música a que nos vamos dedicar é a nova música e vamos dar especial destaque àquela que é feita no nosso país", disse Luís Montez sobre a estação que criou e que nasceu de um "sonho" de "há muito tempo". "Conseguimos, mas para isso tivemos de desistir do formato da Nostalgia, que já estava a ter muita concorrência - não só a M80 como a internet", acrescentou Montez.

Música nova e locutores - quase uma dezena - que vão ter aqui um "papel importante". "Com a evolução tecnológica e com o aparecimento da internet e das várias plataformas de divulgação de música, a rádio - e sobretudo a recomendação dos seus animadores - tem um papel importante", afiança Montez. "A SBSR.fm não é uma playlist. É uma estação de rádio com animadores cá dentro, que são loucos por música. São eles que vão querer divulgar as músicas novas que vão surgindo", prosseguiu o também administrador da Global Media Group, recordando que "a música que passava na Nostalgia não precisava de locutores". "Porque quando ouvimos Rolling Stones ou Pink Floyd não é preciso que nos digam nada. Passa-se o contrário com a música nova, que necessita de alguém a explicar por quem é feita." Quer com isto dizer que os velhos nomes não têm espaço? "Não iremos descartar as referências. Smith e The Cure, para dar exemplos, vão passar na SBSR.fm, mas em doses mínimas", responde.

Tal como o seu nome indica, a SBSR.fm - cujo público-alvo se situa entre os 18 e os 35 anos - está associada ao festival de verão Super Bock Super Rock, organizado pela Música no Coração e patrocinado pela Unicer. Rui Lopes Ferreira, CEO desta cervejeira, destaca que a estação "nasce da vontade e da ousadia da parceria de longa data" entre as duas empresas. "Será uma rádio feita para apaixonados por música, feita para conhecedores e especialistas, mas também para os mais críticos, para os mais exigentes, que são os ouvintes", garante. "Tal como o festival, vai continuar a apostar em valores portugueses", assegura ainda Rui Lopes Ferreira.

Uma rádio que também é um palco

A SBSR.fm estará disponível nas frequências 90.4 (em Lisboa) e 91.0 (no Porto). "E em todo o mundo através da internet. Tenho a certeza de que é uma das melhores estações de rádio do mundo. Temos aqui os melhores profissionais e temos todos os meios técnicos", sublinhou ainda Luís Montez, que para o primeiro dia de emissões preparou um conjunto de performances que tiveram lugar no estúdio e à entrada das instalações da estação. Alek Rein deu o pontapé de saída, e seguiram-se-lhe Filipe Sambado, Madrepaz, Tomás Wallenstein (Capitão Fausto), Lur Lur, Samuel Úria, Jibóia, Minta & The Brook Trout ou ainda Jasmim, entre outros.

Aliás, transformar esta rádio num palco que chegará aos quatro cantos do mundo, mas sempre sem lhe retirar a magia do som - "porque a rádio é o teatro da mente", justifica Luís Montez -, é também uma das missões do empresário. "Não queremos emitir em rádio além de Lisboa e Porto porque hoje em dia, com a disseminação da internet, podemos ser ouvidos em todo o mundo. Mas vamos fazer uma grande aposta no digital, com transmissão de concertos que se vão realizar nas nossas instalações, onde montaremos um palco", revela. "Claro que a magia da rádio é o som e a nossa vontade é conseguirmos tocar o coração de pessoas que não vemos, que não sabemos quem são, mas que nos ouvem", termina Luís Montez.

A Hora da Loira (com Lara Marques Pereira), Ciência Rítmica Avançada (com Keso), Vidro Azul (Ricardo Mariano), A Floresta Encantada (Ana Farinha e Tiago Castro), Em Transe (Ricardo Mariano), Ponto de Fuga (Manuela Paraíso), Ponto Pê Tê (Tiago Castro), Blitz Rádio (Nelson Ferreira), A Ronda da Noite (Lara Marques Pereira) e Espuma (Paulo Lázaro) são alguns dos programas que vão integrar a grelha da nova SBSR.fm.