"A Guerra dos Tronos": como Joffrey mudou a carreira de Jack Gleeson

As cenas protagonizadas pelo implacável Joffrey Baratheon impressionaram até o próprio irlandês de 23 anos. O ator recusou as várias propostas no cinema para se dedicar ao estudo e ao teatro

Joffrey Baratheon, uma das personagens mais odiadas da popular série A Guerra dos Tronos, foi assassinado no terceiro episódio da quarta temporada da trama inspirada nos livros de George R. R. Martin, emitido a 22 de abril de 2014. A carreira cinematográfica de Jack Gleeson não deverá ter "morrido" muito longe dessa data.

"Vi o trailer da sexta temporada e é tudo estranho para mim, não sei o que está a acontecer", revelou Gleeson em declarações à publicação australiana The Music. O eterno Joffrey já havia admitido, ao Daily Beast, que A Guerra dos Tronos apresentava-se como "difícil de ver", uma vez que não se consegue ligar emocionalmente ao universo das crónicas do Gelo e do Fogo: "É difícil acreditar na história da série quando se sabe que o cenário não é real, que as personagens não são reais. Claro que toda a gente sabe isso mas é mais difícil convenceres-te quando viste tudo na realidade".

Ao Evening Standard, Jack Gleeson revelou falta de apetite por uma carreira no cinema: "Chegaram várias ofertas mas eu não tinha vontade de fazer um grande filme de ação. Aquilo que me dá gozo é fazer teatro, onde me posso divertir com amigos." O ator terminou o curso em Filosofia e Teologia e quer dedicar-se a projetos relacionados com a Companhia de Teatro Collapsing Horse, que fundou com três amigos. "O meu grande interesse é criar coisas de raiz. Nunca digo 'não' a nada mas, de momento. fico mais realizado em fazer parte de um projeto que ajudei a criar e onde tenho um investimento maior", disse.

Numa entrevista em 2014, o ator de 23 anos confessou à Entertainment Weekly a sua vontade de se sair da ribalta, alegando que já não desfrutava da profissão como antes. "Sou ator desde os oito anos. Simplesmente deixei de ter o prazer de o ser como costumava ter. Não é que deteste, mas é algo que não quero fazer". No entanto, Gleeson deixou a hipótese de voltar a Westeros caso haja o convite, visto que, apesar de a sua personagem estar morta, a dinâmica da série recorre a visões e evocações.

A nova temporada de A Guerra dos Tronos estreou-se esta segunda-feira, dia 25, mas Jack Gleeson estará ocupado com os seus projetos no teatro e outros eventos relacionados com a arte.

Exclusivos