Informação falsa "destrói o cérebro das pessoas"

Presidente da Apple, Tim Cook, quer que empresas criem ferramentas para combater notícias falsas

O presidente da Apple, Tim Cook, apelou hoje às empresas do setor tecnológico para que criem novas ferramentas para lutar contra a difusão de notícias falsas que pretendem enganar os leitores.

"Nós, as empresas tecnológicas, devemos criar ferramentas para ajudar a reduzir o volume de informações falsas", afirmou Tim Cook em entrevista ao diário britânico Daily Telegraph, defendendo, no entanto, que isso deve ser feito "sem interferir na liberdade de expressão e na liberdade de imprensa".

"Atravessamos um período em que, infelizmente, os que são bem-sucedidos são os que conseguem maior número de cliques e não os que tentam transmitir a verdade. Isso destrói o cérebro das pessoas", afirmou o presidente da Apple, a gigante tecnológica norte-americana.

Tim Cook não esclareceu quais podem ser as ferramentas para travar a proliferação de informações falsas mas apelou a uma "campanha de grande envergadura" feita sobretudo nas escolas.

Estas propostas surgem depois de o facebook, que tem sido acusado de facilitar a difusão de informações desde as eleições norte-americanas que colocaram Donald Trump na presidência dos Estados Unidos da América, ter decidido em fevereiro permitir aos utilizadores a possibilidade de assinalar as falsas informações naquela rede social.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG