Canais censuram anúncio de lingerie XXL

A ABC e a NBC recusaram transmitir o anúncio com a participação de várias manequins "plus size".

A ABC e a NBC, duas das principais cadeias de televisão norte-americanas, recusaram transmitir nos seus espaços publicitários o anúncio da marca de lingerie Lane Bryant. No anúncio, que está disponível nas redes sociais, veem-se várias manequins "plus size", entre as quais Ashley Graham, a proferir frases de emancipação e a exibir peças de roupa interior.

Em declarações ao Daily News, a NBC explicou que pediu à marca para editar o anúncio para que este estivesse de acordo com as "normas de decência" do canal. Tal argumento foi refutado pela Lane Bryant, que afirma que o canal norte-americano recusou terminantemente transmitir o anúncio publicitário.

Esta não é a primeira vez que Lane Bryant enfrenta a censura das televisões. O mesmo aconteceu em 2010, com a Fox e a ABC.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG