A primeira página do DN desta terça-feira

Conheça já os títulos do jornal que encontra de manhã nas bancas.-

O caso da promulgação da lei, aprovada contra a vontade do governo, que obriga a aumentar os apoios sociais faz manchete esta terça-feira no DN. "Não há crise." mas Costa mantém opções em aberto, titula o jornal.

Primeiro-ministro diz que argumentos do Presidente para dar luz verde a decretos aprovados contra o governo são "muito criativos". O executivo vai agora "meditar o tempo que for necessário". E ainda não exclui recorrer ao Tribunal Constitucional para travar as ajudas adicionais. "Nenhum ator político está interessado numa crise", garante o politólogo Costa Pinto.

O destaque fotográfico vai para a situação no Canal do Suez. Ever Given já navega e o trânsito foi retomado ao fim de seis dias de bloqueio.

No cinema, Cannes resiste à pandemia com festival no verão e uma seleção de luxo de autores consagrados.

No desporto, Fernando Santos reconhece que gesto de Ronaldo "não foi bonito", mas não ameaça lugar do capitão na seleção

E destaque ainda para: Do trapézio para a cozinha. Artistas de circo recriaram-se à espera de voltar à pista. Sem apoios e de tenda desmontada há um ano, vivem de biscates. Não sabem como vão pagar material, seguros e salários.

Outros títulos:

- Moçambique. Jihadistas reivindicam controlo de Palma. Milhares de pessoas fogem para Pemba

- Maçonaria. Politólogos questionam eficácia de tornar públicas todas as filiações dos políticos

- IRS arranca quarta-feira. Reembolsos vêm mais cedo mas famílias deverão receber menos

- Local. Três elevadores vão ligar a cidade ao Castelo de Leiria. Museus de Lisboa reabrem com um mês gratuito

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG