A fabulosa festa Patiño em 1968

Audrey Hepburn e Zsa Zsa Gabor estiveram entre os mais de mil convidados do magnata boliviano para a festa em Alcoitão. O DN escreveu nunca ter havido uma festa assim em Portugal

O repórter do DN João Coito não mediu as palavras quando escreveu que "foi, de facto, a festa mais fabulosa que algum dia se realizou em Portugal". E tinha razões para isso o jornalista. Organizada por Antenor Patiño, magnata boliviano herdeiro de uma família que fora dona das minas de estanho do país sul-americano, a festa em Alcoitão a 6 de setembro de 1968 atraiu celebridades do mundo inteiro, desde as atrizes Audrey Hepburn, Gina Lollobrigida e Zsa Zsa Gabor ao príncipe Haroldo da Noruega, hoje rei, passando pela antiga primeira-dama da Indonésia. Desde a década de 1950 que Patiño se apaixonara pela zona de Cascais, sobretudo perto de Alcoitão, comprando pouco a pouco os terrenos que iam surgindo à venda. Desse investimento imobiliário resta ainda hoje a Quinta Patiño, um condomínio de luxo, claro. Mas se a quinta é o legado físico, a Festa Patiño, em que terão estado mil convidados, é a memória mais impressionante que o multimilionário boliviano deixou em Portugal. Morreu em 1982, com 85 anos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG