Viver em rede no século XXI

Definido como um espaço de interação e criatividade, onde se desenvolvem atividades relacionadas com a imprensa e com o universo da Internet, o Media Lab oferece aos seus participantes a oportunidade de desenvolver atividades no campo dos Media - tradicionais e digitais.

Os progonistas da sessão realizada esta quarta-feira, alunos do 7.º ano da Escola Secundária de Alves Redol e do 10.º ano do Centro de estudos de Fátima, participaram nos workshop "Redação do séc. XXI" e "Faz a tua 1.ª página".

As novas tecnologias interferem e mediam os processos informacionais e comunicacionais de quem as utiliza. Através da sessão sobre os media digitais e da utilização da Internet realizada no auditório do DN, os alunos são informados dos perigos associados à navegação em sites e às mensagens que aí se inserem.

Nesse sentido é aconselhado aos jovens a verificação de notícias, consultando outros órgãos de comunicação.

A construção da primeira página para Carolina, aluna do Centro de Estudos de Fátima "é um processo interessante, mas complicado. Nós escolhemos as notícias que queremos desenvolver, e isso é fantástico".

Portugal, Economia e Desporto são as editorias consultadas pela maioria dos alunos. Os temas da atualidade política e desportiva de Portugal são os escolhidos para manchete e destaque fotográfico.

Carolina e Tatiana, de 16 anos, assumem que preferem ler "o jornal online", uma vez que podem sempre consultar mais órgão de comunicação.

Segundo Isilda Sousa, professora de TIC e Sistemas de Informação, "a Internet é utilizada pela maioria dos jovens para jogar e para a consulta das redes sociais" No entanto, para a docente " há exceções, uma vez que também há alunos que se interessam pela consulta de notícias".

A comunicação além de ser uma necessidade é, também, algo que está presente na vida dos cidadãos desde os tempos remotos - realizada através de sinais de fumo.

Através da Internet é possível comunicar de forma rápida. Para os alunos do Centro de Estudos de Fátima, "o acesso a várias fontes de informação e às redes sociais trouxe comodidade à forma de comunicar com o mundo".

Segundo dados do INE (Instituto Nacional de Estatística) em 2012 a utilização das tecnologias de informação e comunicação encontrava-se difundida pelos jovens entre os 10 aos 15 anos. Cerca de 98% utilizavam o computador enquanto 95% acediam à Internet.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG