Jornalismo e educação financeira

A poupança é, para a maioria dos portugueses, uma tarefa difícil, mas precisa. A imprevisibilidade dos acontecimentos ou a concretização de objetivos ajudam à realização da tarefa.

Nesta quinta-feira os alunos da Escola Básica D. António da Costa estiveram nas instalações do DN a fim de realizar o workshop "Faz a tua primeira página".

Na véspera da comemoração do Dia Mundial da Poupança, o Media Lab recebeu como convidada especial Susana Albuquerque, Coordenadora de Educação Financeira da ASFAC (Associação de Instituições de Crédito Especializado). A coordenadora, seguindo o tema - " A poupança nas nossas vidas"- alertou os mais novos quanto à questão da poupança.

Sobre estar informado e consciente para a importância de poupar e compreender conceitos sobre finanças que permitam uma gestão financeira responsável do orçamento das famílias, é um dos objetivos da literacia financeira.

Para Susana Albuquerque, a relação entre crianças e dinheiro deve começar cedo. Em casa ou na escola, o ideal é começar a sensibilizar os mais pequenos para as questões financeiras a partir dos três anos de idade.

Como ensinar os mais novos a lidar com o dinheiro foi uma das questões abordadas por Susana Albuquerque. A inexperiência em lidar com dinheiro e, em alguns casos, impulsos consumistas interferem na reserva financeira dos jovens.

Além de selecionarem as principais notícias do dia, os alunos reservaram espaço na sua página para abordar o tema da poupança e do Dia da Formação Financeira.

Com a habitual visita à redação os jovens ficaram a conhecer mais sobre a profissão do ardina - criança com cerca de 7 a 10 anos que apregoava pelas ruas as principais notícias do dia - e sobre a posição das diversas editorias.

A professora de Português Marília Besteiro refere como a realidade do país e as dificuldades económicas "fazem com que estejamos cada vez mais atentos à situação financeira dos nossos alunos", deixando um alerta para a responsabilidade social e cívica dos docentes para com os alunos mais carenciados.

A Educação Financeira promovida pela Direção-Geral da Educação tem como objetivo promover a educação financeira entre os mais novos, de modo a que estes desenvolvam comportamentos e atitudes racionais face às suas questões financeiras.

Ler mais

Exclusivos