Geração digital

O que diferencia escrever uma notícia em sala de aula de escrevê-la na galeria do Diário de Notícias, é bem mais que "estar no local onde se escrevem factos". Os alunos recriam o espaço de uma redação, assumindo o papel de jornalistas.

A sessão desta terça-feira do Media Lab abriu portas a mais uma semana de visitas e wokshops na galeria do Diário de Notícias.

Os jovens, com idades entre 12 e 22 anos, realizaram atividades diferenciadas, de acordo com a sua faixa etária. Foi durante o workshop "Faz a tua 1ª página", no qual participaram os alunos do 8º e 10º ano, do Colégio Atlântico e da Escola Secundária de S. João do Estoril, respetivamente.

Os mais novos selecionaram notícias presentes na edição impressa do jornal e no site, conciliando a relação de interesses de cada um, com a atualidade.

Destinado a alunos mais velhos está o workshop "Trabalhar em editoriais". Esta atividade foi desenvolvida pelos alunos do ATEC (academia de formação).

João Cardoso, aluno de TMI (Técnico de Manutenção Industrial), salientou a vinda ao 'Diário de Notícias' como "divertida", referindo que "realizar um trabalho de diretor, podendo tomar decisões, fez com que os alunos estivessem mais próximos dos métodos de construção de notícias".

A questão da segurança na Internet é um dos assuntos que o Media Lab assegura em todas as suas sessões. O mundo do ciberespaço, além de reunir um conjunto de ferramentas e funcionalidades, também contém riscos. Entre os perigos mais comuns, estão a criação de identidades falsas, incitação à violência e cyberbullying. No fundo, a melhor maneira de estar protegido é estar informado.

Segundo a docente Patrícia Duarte, "esta geração de estudantes tem um grande contacto com o meio digital, o que os leva ler as notícias online".

Cada vez mais os jovens se inserem no grupo dos utilizadores assíduos da Internet. Segundo dados do INE (Instituto Nacional de Estatística), referentes à utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação, cerca de 90% dos jovens com idades entre os 16 e os 29 utilizam o ciberespaço com regularidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG