Web Summit: 'Startups' de Brasil e Portugal com incentivo de 1 ME para se juntarem à indústria 4.0

O Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA) vai juntar-se à Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) para aproximar as 'startups' e indústrias dos dois países, que vão poder contar com apoios de um milhão de euros.

A ABDI, que gere o maior programa de ligação entre 'startups' e indústria do governo brasileiro, vai aproveitar a visita a Portugal para anunciar o arranque do programa Conexão Startup Indústria 4.0 que prevê um investimento de 4,8 milhões de reais (1,1 milhões de euros) em 'startups' com soluções focadas em tecnologias de indústria 4.0.

Segundo a informação disponibilizada no site da ABDI, o programa vai selecionar 30 indústrias, sendo três delas portuguesas, e 150 'startups' (10% de Portugal). No fim, "a expetativa é ter 60 'startups' (seis portuguesas) conectadas às indústrias participantes". Cada 'startup' ligada receberá 80 mil de reais (cerca de 19 mil euros) em incentivos, totalizando 4,8 milhões de reais (1,1 milhões de euros).

O programa foi lançado em 2016 no Brasil e já apoiou dez indústrias brasileiras que representam, em conjunto, aproximadamente 8% do PIB industrial do Brasil. Das 27 'startups' que participaram, 21 continuam a desenvolver projetos com as indústrias, de acordo com Rodrigo Rodrigues, Coordenador de Inovação da ABDI.

O memorando de entendimento entre o CeiiA e a ABDI integra-se num conjunto de parcerias internacionais que o CeiiA tem vindo a desenvolver através da aceleradora 4Scale "com vista ao lançamento de programas que promovam a rápida internacionalização e escalabilidade das 'startups'", adianta o centro, num comunicado.

O acordo vai ser assinado na quinta-feira, no edifício LACS, em Lisboa num evento promovido pela ABDI, em parceria com a Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil, Atlantic Hub e No Gap Ventures, que se encontram em Portugal a propósito do Web Summit.

A indústria 4.0, ou quarta revolução industrial, está orientada para a digitalização e integração de sistemas, aplicada à indústria tradicional, com os vários parceiros da cadeia de valor" está a transformar a realidade das empresas industriais.

A ABDI lidera uma comitiva de 150 empresas brasileiras que vão participar no Web Summit e vai divulgar o programa Startup Indústria durante o evento num 'stand' exclusivo'.

A cimeira tecnológica, de inovação e de empreendedorismo Web Summit nasceu em 2010 na Irlanda e mudou-se em 2016 para Lisboa, devendo permanecer até 2028 no Altice Arena (antigo Meo Arena) e na Feira Internacional de Lisboa (FIL), em Lisboa.

Nesta terceira edição do evento em Portugal são esperados cerca de 70 mil participantes de mais de 170 países.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG