Verbas do programa transnacional europeu até 2020 atribuídas na totalidade

O programa europeu de cooperação Espaço Atlântico contratualiza hoje 48 milhões de euros para 27 projetos, três do Norte, concluindo assim a atribuição da totalidade das verbas prevista para o ciclo comunitário 2014-2020, no valor de 140 milhões de euros.

Em comunicado, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), autoridade de gestão do programa, revela que as parcerias em curso focam-se essencialmente nos domínios da inovação e da competitividade, da eficiência dos recursos, dos riscos territoriais e da biodiversidade, bem como do património natural e cultural.

Da Região do Norte participam como líderes das parcerias a Universidade do Minho e o INL - Instituto Ibérico de Nanotecnologia, com investimentos em programas de gestão de riscos naturais, e a Universidade do Porto, com um projeto de promoção de energias renováveis e eficiência energética.

Em causa os projetos SIRMA, NANOCULTURE E PORTOS que em conjunto captaram 4.589 milhões de euros.

De entre os projetos liderados por Portugal já aprovados e contratualizados estão ainda o AGEO, Instituto Superior Técnico de Lisboa, com 2, 4 milhões de euros para impulsionar o lançamento de vários projetos-piloto do Observatório dos Cidadãos sobre os riscos geológicos, e o EMPORIA4KT, da Universidade Nova de Lisboa, com 1,7 milhões de euros para impulsionar a cooperação transnacional para promover a inovação e a competitividade na economia azul do Espaço Atlântico.

A cerimónia de contratualização do financiamento decorre hoje em Las Palmas de Gran Canaria, e conta com a participação da CCDR-N, autoridade de Gestão do Atlantic Area, do Ministério de Hacienda y Función Pública de Espanha e de representantes do Governo Regional das Ilhas Canárias.

"O Programa de Cooperação INTERREG Atlantic Area 2014-2020 contratualiza hoje o financiamento de 48 milhões de Euros para 27 projetos implementados em parceria por empresas e instituições públicas de regiões de Portugal, Espanha, França, Irlanda e Reino Unido", lê-se nota.

Segundo a CCDR-N, com este apoio, o programa transnacional europeu atribui a totalidade das verbas previstas para este ciclo comunitário.

Com uma dotação de 140 milhões de euros provenientes do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), o programa visa apoiar projetos desenvolvidos entre instituições e empresas de 37 regiões atlânticas de cinco países - Portugal, Espanha, França, Irlanda e Reino Unido, estando a acompanha até 2020 a execução de 72 parcerias.

No anterior quadro comunitário 2007-2013, o programa apoiou 71 projetos com um total de 159 milhões de euros, com Portugal a fazer parte de 69 das iniciativas.

As cinco regiões de Portugal continental estavam já abrangidas pelo programa que, na nova edição, inclui como áreas elegíveis os arquipélagos dos Açores e Madeira.

Os 71 projetos cofinanciados pelos fundos europeus dividiram-se em 28 iniciativas na área da inovação e empreendedorismo, 24 na área do ambiente e valorização de recursos naturais, 12 na área do desenvolvimento territorial e sete na área dos transportes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG