TAAG compra seis aviões Dash 8-400 ao construtor canadiano De Havilland Aircraft

Luanda, 20 jun 2019 (Lusa) - A companhia aérea angolana TAAG anunciou hoje a aquisição de seis aviões Dash 8-400 ao construtor aeronáutico canadiano De Havilland Aircraft, durante o 53.º Salão Internacional de Paris, que decorreu esta semana na capital francesa.

Num comunicado, a TAAG adianta que a compra das aeronaves à De Havilland Aircraft ocorre no quadro do projeto de renovação de frota, indicando que as negociações foram concluídas à margem da exposição pelo ministro dos Transportes angolano, Ricardo de Abreu.

O documento, que não adianta o valor da compra nem quando chegarão os aparelhos a Angola, acrescenta que a transação ocorre quando se conclui a transição do programa de aeronaves Dash 8/Q Series da Bombardier para a De Havilland.

A frota da TAAG é constituída por 13 aviões Boeing, três dos quais 777-300 ER, com mais de 290 lugares, recebidos entre 2014 e 2016.

A companhia conta ainda com cinco 777-200, de 235 lugares, e outros cinco 737-700, com capacidade para 120 passageiros, estes utilizados nas ligações domésticas e regionais.

A companhia prevê modernizar a frota adquirindo, este ano, 11 aviões de médio curso, anunciou em setembro de 2018 o presidente da Comissão Executiva, Rui Carreira.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.