Obras da Casa Salgueiro Maia em Castelo de Vide arrancam na quinta-feira

Castelo de Vide, Portalegre, 23 abr 2019 (Lusa) - As obras para a construção da Casa da Cidadania Salgueiro Maia, em Castelo de Vide (Portalegre), vão arrancar na quinta-feira, dia em que se assinala o 45º. aniversário do 25 de Abril, anunciou hoje o município.

O espaço museológico, que homenageia o capitão de Abril, vai ficar situado no castelo daquela vila alentejana e conta com um investimento superior a três milhões de euros.

"Este é um projeto desenvolvido em duas fases, tem financiamento assegurado para a primeira parte, que é aquela que vai ser agora iniciada. A segunda fase é a parte social, ou seja, a parte de bar, loja e a recuperação das antigas cavalariças", explicou o presidente da Câmara de Castelo de Vide, António Pita, em declarações à agência Lusa.

De acordo com o autarca, a primeira fase das obras conta com um investimento de um milhão de euros, tendo entrado no "mapeamento da cultura para o Alentejo" no âmbito do Programa Operacional da Região do Alentejo (PORA).

"Apesar de ser uma obra do Ministério da Cultura, a câmara municipal garantiu a contrapartida nacional, ou seja, 350 mil euros", disse.

Salgueiro Maia, natural de Castelo de Vide, expressou duas vontades em testamento - uma foi ser sepultado naquela vila, em campa rasa, e a outra foi deixar o seu espólio ao município para que fosse objeto de musealização.

"A obra vai decorrer durante 400 dias, devendo estar totalmente concluído o projeto em finais do próximo ano", acrescentou o autarca.

Entre as peças que fazem parte do espólio a instalar no núcleo museológico figura o conhecido megafone com que, em 25 de abril de 1974, no Largo do Carmo, em Lisboa, o então capitão intimou Marcelo Caetano a render-se e a entregar o poder às forças da democracia.

O espaço museológico vai também exibir o uniforme e o 'quico' que Salgueiro Maia envergava nesse dia, entre outros uniformes, divisas, flâmulas, estandartes e pendões, insígnias, diplomas e louvores, documentos militares e fichas escolares pertencentes ao militar.

A Casa da Cidadania Salgueiro Maia vai acolher ainda uma área com cartazes, fotografias e uma coleção de miniaturas de carros de combate, a especialidade de Salgueiro Maia como oficial de Cavalaria e a sua grande paixão profissional.

O lançamento da primeira pedra do espaço museológico está agendado para as 12:00, seguindo-se a deposição de uma coroa de cravos no monumento ao capitão de Abril.

As cerimónias terminam com o descerramento de uma placa evocativa no largo capitão Salgueiro Maia, devendo estes atos contar com a presença da secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira.

Exclusivos