Mota-Engil assina contrato de financiamento de 100 ME a 5 anos com Afreximbank

A Mota-Engil e o Banco Africano de Exportação e Importação (Afreximbank) assinaram um contrato de financiamento no valor de 100 milhões de euros a cinco anos, divulgou hoje a empresa portuguesa.

Em comunicado, a Mota-Engil informa que o contrato foi celebrado na quinta-feira através da sua subsidiária Mota-Engil Engenharia e Construção África, S.A. na modalidade de 'revolving global credit Facility'.

"Com esta operação, que visa apoiar a implementação dos principais projetos atuais e em desenvolvimento pelo Grupo em África, a Mota-Engil concretiza um dos seus objetivos estratégicos de diversificação de fontes e tipos de financiamento, bem como de alargamento de maturidades", sinaliza a empresa.

O Afreximbank é uma instituição financeira multilateral pan-africana, com sede no Cairo, Egito e este é o primeiro contrato celebrado com a Mota-Engil.

As ações da Mota-Engil encerraram na quinta-feira, a negociação na Euronext Lisbon, que se encontra encerrada até terça-feira, a valorizarem-se 0,26% para 2,30 euros.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.