Lucro do Morgan Stanley sobe 47% em 2018 para 8.222 milhões de dólares

O Morgan Stanley anunciou hoje um aumento do lucro de 47% em 2018 para 8.222 milhões de dólares (7.217 milhões de euros), face a 2017, apesar de o resultado do último trimestre ter sido afetado pela volatilidade do mercado bolsista.

As receitas do principal negócio do Morgan Stanley, consultoria de gestão de valores transacionados em bolsa, atingiram os 20.582 milhões de dólares, mais 9% do que no exercício anterior, enquanto a gestão financeira, o segundo negócio mais relevante, registou receitas de 17.242 milhões de dólares, mais 2%, refere o grupo financeiro norte-americano em comunicado.

O presidente executivo do banco, James P. Gorman, disse que os lucros e as receitas "foram recorde" e que houve crescimento "em todos os segmentos de negócio, apesar de um quarto trimestre complicado".

Nos últimos três meses de 2018, o Morgan Stanley aumentou o seu lucro, mas teve receitas inferiores, e em ambos os casos ficou aquém das previsões do mercado.

O lucro no quarto trimestre foi de 1.361 milhões de dólares (0,80 dólares por ação), contra 473 milhões de dólares em 2017 (0,26 dólares por ação), sendo que o acréscimo foi de 188%.

As receitas, entre outubro e dezembro, caíram 10%, de 9.500 milhões de dólares para 8.548 milhões de dólares em 2018.

Exclusivos