Venezuela: Oposição passou a controlar consulado em Nova Iorque

A oposição venezuelana passou a controlar o consulado do país em Nova Iorque, anunciou na segunda-feira em Washington o representante diplomático da Venezuela nos Estados Unidos, Carlos Vecchio, nomeado pelo autoproclamado presidente interino do país, Juan Guaidó.

Segundo Carlos Vecchio, além do consulado, a oposição assumiu o controlo de mais dois edifícios, pertença do Ministério da Defesa venezuelano, ambos em Washington.

"A partir daqui [Washington], está a funcionar a missão diplomática", declarou, adiantando que o edifício que alberga os adidos militares apresentava tetos, pisos e paredes destruídos.

"Isto pertence aos venezuelanos. O que se está a passar reflete, exatamente, o que tem acontecido no nosso país, a destruição da Venezuela", disse Carlos Vecchio.

Também na segunda-feira, no Panamá, o Presidente panamiano Juan Carlos Varela recebeu a acreditação de Fabiola Zavarce como embaixadora designada por Juan Guaidó para ali representar a Venezuela.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.