Trump diz que vai fazer "grande anúncio" sobre encerramento de serviços nos EUA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou hoje que vai fazer um "grande anúncio" no sábado na Casa Branca sobre o encerramento dos serviços do governo federal (o designado 'shutdown') e a fronteira a sul.

O Governo norte-americano está em encerramento parcial devido à insistência do republicano Donald Trump em obter financiamento para a construção de um muro na fronteira com o México, o que tem a oposição dos democratas.

O impacto das cerca de quatro semanas de 'shutdown' está a ser sentido em todo o país.

Cerca de 800 mil funcionários públicos não receberam salário, o que aumentou as ansiedades relativas ao pagamento de crédito imobiliário e outras contas, e metade deles nem está a trabalhar, o que provocou o encerramento de vários serviços governamentais.

Donald Trump e Nancy Pelosi, a presidente da Câmara dos Representantes, encontram-se envolvidos num impasse, com o Presidente a recusar assinar o orçamento de diversas agências federais enquanto o Congresso não aprovar o financiamento de um muro ao longo de toda a fronteira com o México, com um valor estimado de 5,7 mil milhões de dólares (4,9 mil milhões de euros).

Trump assegura que não reabre o governo enquanto não tiver o dinheiro para o muro.

Os democratas dizem que são a favor de medidas para reforçar a segurança fronteiriça, mas opõem-se ao muro.

Neste momento não existem negociações entre ambas as partes.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.