Tribunal suspende processo a suspeito de agredir os pais em Alfândega da Fé

O tribunal suspendeu o processo judicial a um indivíduo detido pela GNR, em Alfândega da Fé, por suspeita de violência doméstica sobre os pais com mais de 80 anos, informou hoje aquela força de segurança.

De acordo com as Relações Públicas do Comando Distrital de Bragança da GNR, o suspeito de 58 anos foi detido, na quarta-feira, no concelho transmontano, ao mesmo tempo que os militares lhe apreenderam uma faca de cozinha "utilizada para proferir ameaças de morte".

A GNR foi chamada à residência por suspeita de o homem estar a agredir fisicamente e a ameaçar os pais de 80 e 86 anos e a irmã de 49 anos, com quem vive.

O detido foi hoje presente ao Tribunal Judicial de Instância Local de Alfândega da Fé que decidiu suspender o processo "por um ano" e mandar em liberdade o indivíduo mediante a medida de coação menos grave, o Termo de Identidade e Residência.

A GNR explicou à Lusa, através do Relações Públicas Hernâni Martins que o suspeito não tinha antecedentes do crime e este terá sido o primeiro episódio de alegada violência doméstica comunicado às autoridades.

O processo será reaberto e serão considerados os factos que o desencadearam se, durante o período da suspensão por um ano, voltarem a ocorrer episódios de violência.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Benfica

Benfica. Os jogadores com mercado, a garantia de Vieira e a folga financeira

A época terminou, o Benfica conquistou o 37.º título da sua história e em breve vão começar as movimentações do mercado. João Félix é o jogador mais cobiçado, mas há também Rúben Dias, Grimaldo e outros. Se prevalecer a palavra de Vieira, nenhum dos miúdos formados em casa sairá por menos da cláusula de rescisão. Será mesmo assim?