Tradição filipina do "Santo Niño" foi celebrada em Lisboa

Cerca de cem pessoas assistiram hoje, em Lisboa, à celebração do "Santo Niño", uma tradição filipina, que evoca a chegada do navegador Fernão de Magalhães à ilha de Cebu, e o batismo católico dos soberanos e de 800 autóctones.

"A festa do 'Santo Niño', que celebramos no terceiro domingo de janeiro, evoca a chegada de Fernão de Magalhães, a Cebu, e que entregou uma escultura do Menino Jesus aos locais, e demonstra a devoção das Filipinas ao Menino Jesus", disse à agência Lusa a embaixadora das Filipinas em Lisboa, Celia Anna Feria, que assistiu à festa, seguida da celebração da eucaristia.

No adro da basílica da Estrela, em Lisboa, figurantes evocaram a chegada do navegador português ao serviço de Espanha, em abril de 1521, a Cebu, o batismo dos reis locais, Hara Amihan e Humabon, que passaram a ostentar os nomes de Joana e Carlos, e várias danças em honra do "Santo Niño".

A celebração tem origem na ilha de Cebu, uma das maiores da região central filipina de Visayas, mas "estendeu-se a todas as partes das Filipinas", como explicou a diplomata.

No adro da basílica da Estrela foram apresentadas três danças tradicionais, uma delas com origem na tradição local, que era de agradecimento pelas colheitas a um deus da mitologia insular, mas com a adoção do catolicismo, passou a ser em honra de "Sinulog", que na língua nacional filipina, o tagalog, significa Jesus.

Entre outras individualidades, à cerimónia de hoje assistiu o núncio apostólico em Lisboa, o arcebispo Rino Passigato.

Segundo Celia Anna Feria em Portugal a comunidade filipina "é menos de 2.000 pessoas, a maioria em Lisboa".

Questionada pela Lusa quanto aos preparativos da evocação dos 500 anos da chegada de Fernão Magalhães às Filipinas, no âmbito da viagem de circum-navegação ao serviço de Espanha, a diplomata disse que tal "só acontecerá em 2021", mas foi já constituída um comissão nacional para esse efeito, e que a embaixada em Lisboa tem estado a desenvolver contactos com várias universidades, nomeadamente a Nova de Lisboa.

Neste âmbito, a embaixadora quer a "produção de vasta bibliografia que dê a conhecer as Filipinas e a sua cultura".

A eucaristia na basílica da Estrela foi celebrada em tagalog, inglês e português.

Fernão de Magalhães (1480-1521), natural de Sabrosa, em Trás-os-Montes e Alto Douro, capitaneou a primeira viagem de circum-navegação e foi o primeiro europeu a alcançar a Terra de Fogo, no extremo meridional da América do Sul.

A viagem de circum-navegação, sob bandeira de Espanha, foi iniciada em 1519 e terminou em 1522, já sob o comando de Juan Elcano, pois o navegador português foi morto por autóctones na ilha de Cebu, nas Filipinas.

A imagem do "Santo Niño", que encontra paralelo na tradição católica no Menino Jesus da Cartolinha, de Miranda do Douro, e no Menino Jesus de Praga, entre outros, é a mais antiga relíquia católica das Filipinas, e encontra-se na Basílica Menor do Santo Niño, na cidade de Cebu.

Ler mais

Exclusivos