Sri Lanka/Ataques: Bolsonaro condena rasto de "morte e dor"

Sao Paulo, 21 abr 2019 (Lusa) - O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, condeou hoje os ataques no Sri Lanka, que provocaram a morte de, pelo menos, 207 pessoas e lamentou "o rasto de morte e dor" deixado por extremistas neste "dia sagrado".

"Mesmo neste dia sagrado, o extremismo deixa rastros de morte e dor. Em nome dos brasileiros, condeno os ataques que deixaram centenas de vítimas no Sri Lanka, inclusive em igrejas, onde se celebrava a Ressurreição de Cristo. Que Deus possa confortar os que agora sofrem!", escreveu o mandatário na sua conta da rede social Twitter.

Oito explosões no Sri Lanka provocaram 207 mortos, enquanto outras 450 pessoas ficaram feridas, segundo o porta-voz da polícia do país, Ruwan Gunasekara, numa conferência de imprensa na capital Colombo.

O governo de Colombo decretou estado de emergência no país e a polícia impôs o recolher obrigatório com efeito imediato face a novos ataques, cuja autoria não foi reivindicada até agora por nenhuma pessoa ou grupo armado.

RCR

Ler mais

Exclusivos