Sporting das Caldas apura-se no 'golden set' para '16 avos' da Taça Challenge

O Sporting das Caldas apurou-se hoje para o quadro principal da Taça Challenge de voleibol, ao bater no 'golden set' os suíços do Chênois, em jogo da segunda mão da segunda ronda, disputado em Thônex, na Suíça.

Depois de uma vitória por 3-1 na primeira mão, naquela que foi a primeira vitória internacional do clube na modalidade, a equipa lusa perdeu por 3-0 na Suíça, o que levou à disputa de um 'golden set' de desempate.

Depois de perder por 30-28, 25-23 e 25-21 os primeiros parciais, os portugueses impuseram-se no 'set' decisivo, vencendo por 16-14, numa 'maratona' de quase duas horas.

O Sporting das Caldas junta-se ao Benfica, Sporting e Fonte do Bastardo no quadro principal da Taça Challenge, e vai disputar os 16 avos de final com os holandeses do Dynamo Apeldoorn.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

Globalização e ética global

1. Muitas das graves convulsões sociais em curso têm na sua base a globalização, que arrasta consigo inevitavelmente questões gigantescas e desperta paixões que nem sempre permitem um debate sereno e racional. Hans Küng, o famoso teólogo dito heterodoxo, mas que Francisco recuperou, deu um contributo para esse debate, que assenta em quatro teses. Segundo ele, a globalização é inevitável, ambivalente (com ganhadores e perdedores), e não calculável (pode levar ao milagre económico ou ao descalabro), mas também - e isto é o mais importante - dirigível. Isto significa que a globalização económica exige uma globalização no domínio ético. Impõe-se um consenso ético mínimo quanto a valores, atitudes e critérios, um ethos mundial para uma sociedade e uma economia mundiais. É o próprio mercado global que exige um ethos global, também para salvaguardar as diferentes tradições culturais da lógica global e avassaladora de uma espécie de "metafísica do mercado" e de uma sociedade de mercado total.