Sony muda sede europeia do Reino Unido para Holanda devido ao Brexit - jornal

A multinacional japonesa Sony vai transferir a sede europeia do Reino Unido para a Holanda devido aos problemas que o Brexit poderá causar nas operações, foi hoje noticiado.

De acordo com o jornal financeiro Nikkei, a medida é justificada pela possibilidade de a Sony poder sofrer enfrentar problemas relacionados com procedimentos alfandegários, com o Brexit, a saída do Reino Unido da UE.

A intenção do gigante tecnológico japonês é fundir a Sony Europe, atualmente com sede no Reino Unido, com uma subsidiária recém-criada em Amesterdão, que começará a operar em abril, indicou o jornal.

A multinacional vai manter uma representação no Reino Unido, focada somente no mercado britânico.

Durante a apresentação do ano fiscal de 2017, a Sony indicou que as vendas na Europa representaram 21,55% do total da empresa.

Em 01 de outubro, a empresa de tecnologia japonesa Panasonic transferiu a sede europeia do Reino Unido para a Holanda, também devido aos constrangimentos que o Brexit poderá causar.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A Europa, da gasolina lusa ao palhaço ucraniano

Estamos assim, perdidos algures entre as urnas eleitorais e o comando da televisão. As urnas estão mortas e o nosso comando não é nenhum. Mas, ao menos, em advogado de Maserati que conduz sindicalistas podíamos não ver matéria de gente rija como cornos. Matéria perigosa, sim. Em Portugal como mais a leste. Segue o relato longínquo para vermos perto.Ontem, defrontaram-se os dois candidatos a presidir a Ucrânia. Não é assunto irrelevante apesar de vivermos no outro extremo da Europa. Afinal, num canto ainda mais a leste daquele país há uma guerra civil meio instigada pelos russos - e hoje sabemos, como não sabíamos ainda há pouco, que as guerras de anteontem podem voltar.