SÍNTESE: Três expulsões e três golos, para um total de 42, no fecho da ronda 32

Redação, 06 mai 2019 (Lusa) -- O Boavista 'carimbou' hoje a manutenção da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em Setúbal por três golos, aumentando o total da 32.ª ronda para 42, num jogo também com três expulsões, todas nos locais.

No espaço de sete minutos, os sadinos ficaram reduzidos a oito, face aos vermelhos mostrados a José Semedo (67), Zequinha (71) e Jhonder Cádis (73), sendo que, entre os dois primeiros (70), Yusupha deu vantagem aos 'axadrezados'.

Face a oito, o Boavista não teve quaisquer dificuldades em superiorizar-se, acabando por marcar mais dois golos, por Perdigão (90) e Sauer (90+12), num jogo com 15 minutos extra, face à invasão de campo de um adepto e carga policial sobre outros, que amaçavam fazer o mesmo, após a terceira expulsão.

O conjunto do ex-técnico setubalense Lito Vidigal assegurou, assim, a manutenção, ao passar a somar 38 pontos - que valem o 11.º lugar -, mais sete do que o Tondela, que conta 31 e segue no 16.º posto, o primeiro abaixo da 'linha de água'.

Quanto aos sadinos, mantiveram-se apenas dois pontos acima dos viseenses, sendo que pelo meio, com 32 pontos, está o Desportivo de Chaves, que empatou a quatro golos no reduto do lanterna-vermelha e já 'condenado' Feirense.

Com os três golos no Bonfim, a ronda 32 terminou acima das quatro dezenas, o melhor registo desde os 43 com que fechou, há 17 anos, o campeonato de 2001/02.

Nessa 34.ª ronda, todos os 18 clubes marcaram, sendo que os três 'grandes' nem estiveram particularmente inspirados, pois todos se ficaram pelos dois tentos: o Benfica na derrota fora com o Marítimo por 3-2, o FC Porto em Paços de Ferreira (2-1) e o Sporting na receção, com festa do título, ao Beira-Mar (2-1).

Destaque para os cinco do Sporting de Braga, nos 5-3 ao Alverca, e os quatro da União de Leiria, que ganhou 4-2 em Guimarães, e do Boavista, vencedor por 4-1 na receção, curiosamente, ao Vitória de Setúbal.

Na ronda que hoje fechou, o grande destaque vai para o Sporting, que goleou no Jamor o Belenenses por 8-1, sendo que o Benfica foi o segundo clube mais inspirado, ao bater na Luz o Portimonense por 5-1, depois de ter estado a perder, já na segunda parte.

Destaque ainda para o 4-4 de Santa Maria da Feira, entre Feirense e Desportivo de Chaves, o 4-0 do FC Porto ao Desportivo das Aves e o 3-1 do Santa Cara em Tondela.

No que respeita à parte superior da tabela, nada se alterou, com o Benfica a manter-se dois pontos à frente do FC Porto e a ficar a quatro pontos de recuperar o título, o que pode acontecer na ronda 33, se vencer em Vila do Conde e os 'dragões' não ganharem fora ao Nacional.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.