SÍNTESE: FC Porto passa teste de Tondela antes do clássico

O FC Porto venceu hoje em Tondela, por 3-0, e conservou a liderança da I Liga de futebol antes de receber o Benfica, fazendo ao mesmo tempo um bom ensaio para a meia-final da Taça de Portugal.

Por oposição, o Sporting de Braga vai ao Dragão na terça-feira para disputar o jogo da primeira mão depois de ter sofrido hoje a sua primeira derrota no campeonato à 23.ª jornada, ao perder com o Belenenses, por 2-0, uma semana após a derrota em Alvalade, com o Sporting (3-0).

Em Tondela, frente ao 11.º classificado, o campeão nacional não acusou as ausências de Danilo, Marega e Aboubakar e arrancou um triunfo tranquilo, com golos do regressado Pepe (11 minutos) e dos médios Óliver (52) e Herrera (74).

O central internacional português, que não marcava no campeonato desde que 'faturou' frente ao Benfica em 01 de abril de 2007, o espanhol, que estava em 'branco' praticamente há dois anos, e o mexicano asseguraram ao FC Porto o 16.º jogo seguido sem derrotas na I Liga - a última aconteceu na Luz no 'clássico' da primeira volta (1-0).

Com 57 pontos, mais quatro do que os 'encarnados', o campeão nacional fica agora a aguardar o desfecho do jogo do Benfica com o Desportivo de Chaves, marcado para segunda-feira, dia em que o Sporting joga com o Marítimo e pode capitalizar a derrota do Braga, já que um triunfo na Madeira deixa-o a um pontos dos 'arsenalistas'.

No Municipal de Braga, o Belenenses conseguiu uma vitória que aguardava há 18 anos, batendo os minhotos com golos de Kikas (38) e Licá (60). Ao mesmo tempo, os 'azuis' alcançaram o seu primeiro triunfo da segunda volta do campeonato, após três derrotas e dois empates.

Depois de ter perdido em Alvalade com o Sporting, o Braga volta a perder terreno luta pelos lugares da frente, mantendo o terceiro lugar, com 49 pontos, e pode ficar novamente com os 'leões' no seu encalce.

O Belenenses vai continuar no sétimo posto, agora com 33 pontos, menos dois do que o Vitória de Guimarães, que se descola a Setúbal no sábado.

No mesmo dia, o Moreirense, quinto classificado, procura um triunfo no terreno do Feirense que lhe permita conservar três pontos de distância para os vizinhos vimaranenses.

A fazer o seu melhor campeonato de sempre, a equipa minhota joga no terreno do 18.º e último classificado, que não vence desde a segunda jornada.

Também no sábado, o Portimonense tem oportunidade de inverter a tendência recente - quatro derrotas seguidas - quando receber o Desportivo das Aves, 16.º classificado e primeira equipa abaixo da linha de despromoção.

Lusda/fim

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?