Reaberta Estrada Nacional EN 13 cortada devido a colisão rodoviária em Valença

A Estrada Nacional (EN) 13, parcialmente fechada ao trânsito, devido a uma colisão rodoviária em Valença, Viana do Castelo, já se encontra totalmente reaberta, disse à Lusa fonte da GNR de Viana do Castelo.

De acordo com a GNR, a EN 13 foi "totalmente reaberta por volta das 23:00" de terça-feira.

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas na colisão rodoviária ocorrida na freguesia de Gandra, no concelho de Valença.

"Recebemos o alerta pelas 21:57 para uma colisão rodoviária, envolvendo três viaturas, dois veículos ligeiros e um pesado, que causou quatro feridos. Um dos feridos está em estado grave e os outros três são ligeiros", disse à agência Lusa fonte do CDOS de Viana do Castelo.

Deslocaram-se para o local da ocorrência 21 operacionais, apoiados por dez viaturas, das organizações de socorro e das autoridades.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os aspirantes a populistas

O medo do populismo é tão grande que, hoje em dia, qualquer frase, ato ou omissão rapidamente são associados a este bicho-papão. E é, de facto, um bicho-papão, mas nem tudo ou todos aqueles a quem chamamos de populistas o são de facto. Pelo menos, na verdadeira aceção da palavra. Na semana em que celebramos 45 anos de democracia em Portugal, talvez seja importante separarmos o trigo do joio. E percebermos que há políticos com quem podemos concordar mais ou menos e outros que não passam de reles cópias dos principais populistas mundiais, que, num fenómeno de mimetismo - e de muito oportunismo -, procuram ocupar um espaço que acreditam estar vago entre o eleitorado português.