Presidente da Nigéria já reivindica vitória eleitoral

O Presidente da Nigéria afirmou hoje que se vai congratular no final das eleições presidenciais, que decorrem hoje e nas quais o chefe de Estado foi dos primeiros nigerianos a votar.

"Até aqui tudo corre bem (...) Logo vou parabenizar-me pela minha vitória, serei o vencedor", disse o chefe de Estado, de 76 anos, acompanhado pela mulher, em Daura, a sua cidade natal no estado de Katsina, norte da Nigéria.

O seu principal adversário, Atiku Abubakar, opositor de 72 anos, vai votar em Yola, no estado de Adamawa, no nordeste do país.

No restante das 120 mil seções eleitorais, espalhadas pelo país, os jornalistas da AFP encontraram muitos atrasos devido à instalação tardia de equipamento.

O presidente Muhammadu Buhari descartou as perguntas dos jornalistas sobre se aceitaria uma derrota para o principal opositor, Atiku Abubakar, num escrutínio que se apresenta como imprevisível.

As assembleias de voto abriram hoje, após um adiamento não anunciado de uma semana, para receber cerca de 72,8 milhões de eleitores que vão escolher o seu presidente numa eleição disputada entre os dois favoritos Muhammadu Buhari e Atiku Abubakar.

O presidente disse que o processo de votação está a decorrer sem problemas, apesar de noutros locais do país algumas autoridades relatarem preocupações com a demora na abertura das urnas e um forte dispositivo de segurança para eventual intimidação de potenciais eleitores.

Os nigerianos escolhem hoje o seu Presidente, os deputados à Assembleia Nacional e os senadores da câmara alta do Parlamento, no mais populoso país africano.

Exclusivos