Portugal representado por nove atletas nos Europeus individuais de ténis de mesa

Portugal vai estar representado por nove atletas no campeonato da Europa individual de ténis de mesa, com destaque para Marcos Freitas, 15.º do 'ranking' mundial e quarto jogador europeu, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Federação Portuguesa de Ténis de Mesa confirmou a inscrição de cinco atletas masculinos e quatro femininas na prova, que vai decorrer de 18 a 23 de setembro, na cidade espanhola de Alicante.

Freitas é a principal 'esperança' lusa no quadro masculino, que terá ainda Tiago Apolónia, 36.º da hierarquia mundial, João Geraldo, 106.º, Diogo Carvalho, 170.º, e Diogo Chen, 287.º.

No quadro feminino, o destaque vai para Fu Yu, atual 32.ª jogadora do 'ranking' mundial e sétima jogadora europeia, mas também Shao Jieni, 144.ª mundial, Leila Oliveira, 201.ª, e ainda Célia Silva.

A comitiva integra ainda os técnicos Kong Guoping, Francisco Santos e Xie Juan, sendo chefiada pelo secretário-geral da federação, José Bentes.

O principal ausente é João Monteiro, que em 2016 ganhou a medalha de ouro em pares mistos, com a mulher, a romena Daniela Dodean, ainda a recuperar de lesão.

Além do ouro de Monteiro, Fu Yu conseguiu em Budapeste2016 uma medalha de prata, com João Geraldo e Tiago Apolónia a trazerem o bronze em pares masculinos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.