Polícia espanhola lançou grande operação contra narcotraficantes no centro de Barcelona

Barcelona, Espanha, 20 jun 2019 (Lusa) -- Cerca de 1.000 polícias revistaram hoje dezenas de estabelecimentos comerciais no centro de Barcelona, Espanha, por suspeita de serem utilizados para o tráfico e consumo de drogas, segundo um porta-voz das forças de ordem citado pela Efe.

A operação foi iniciada ao início da tarde de hoje no bairro de Raval da capital catalã, tendo sido revistados 35 domicílios, armazéns, restaurantes e casas utilizadas pelos traficantes.

As mesmas fontes adiantaram que se investiga um grupo de vendedores ambulantes de bebidas que atuam na zona da frente marítima e na da Cidade Velha de Barcelona.

Algumas das casas revistadas seriam, segundo a polícia, utilizadas pela rede de traficantes como ponto de venda de heroína.

Os vendedores ambulantes aproveitavam o seu trabalho habitual para também oferecer droga aos turistas no bairro de Raval.

A maioria dos membros desta organização de tráfico de drogas é de origem paquistanesa, segundo a polícia.

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

Navegantes da fé

Este livro de D. Ximenes Belo intitulado Missionários Transmontanos em Timor-Leste aparece numa época que me tem parecido de outono ocidental, com decadência das estruturas legais organizadas para tornar efetiva a governança do globalismo em face da ocidentalização do globo que os portugueses iniciaram, abrindo a época que os historiadores chamaram de Descobertas e em que os chamados navegantes da fé legaram o imperativo do "mundo único", isto é, sem guerras, e da "terra casa comum dos homens", hoje com expressão na ONU.