Ossufo Momade eleito presidente da Renamo, principal partido da oposição em Moçambique

Ossufo Momade, líder interino da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), venceu as eleições para a presidência do partido.

Ossufo Momade foi escolhido com 410 votos, enquanto Elias Dhlakama recebeu 238, Manuel Bissopo teve sete e Juliano Picardo recolheu cinco votos.

Um quinto candidato, Hermínio Morais acabaria por se retirar da corrida e apoiar Momade.

Os números foram anunciados hoje pela organização do 6.º Congresso da Renamo, que decorre desde terça-feira na Serra da Gorogonsa, centro de Moçambique.

Ossufo Momade, que já tinha sido designado coordenador interino da Renamo desde a morte do histórico líder, Afonso Dhlakama, em maio de 2018, é assim confirmado na liderança do partido.

Exclusivos

Premium

Líderes europeus

As divisões da Europa 30 anos após o fim da Cortina de Ferro

Angela Merkel reuniu-se com Viktor Orbán, Emmanuel Macron com Vladimir Putin. Nos próximos dias, um e outro receberão Boris Johnson. E Matteo Salvini tenta assalto ao poder, enquanto alimenta a crise do navio da ONG Open Arms, com 107 migrantes a bordo, com a Espanha de Pedro Sánchez. No meio disto tudo prepara-se a cimeira do G7 em Biarritz. E assinala-se os 30 anos do princípio do fim da Cortina de Ferro.