Operação policial no Brasil interceta aeronave com meia tonelada de cocaína

Brasília, 16 mai 2019 (Lusa) - Um avião foi intercetado e apreendido na noite de quarta-feira quando atravessava o Estado de Goiás com um carregamento de cerca de meia tonelada de cocaína, de acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB).

"A Força Aérea Brasileira (FAB) intercetou, na noite desta quarta-feira, um avião que entrava no Brasil com uma carga de meia tonelada de pasta base de cocaína (variante da droga cocaína). (...) O avião bimotor foi classificado como tráfego aéreo desconhecido por se deslocar a baixa altitude e não ter apresentado um plano de voo", informou a FAB na sua página na internet.

A ação faz parte da Operação Ostium, levada a cabo pela FAB, Polícia Federal e Polícia Militar do Estado de Goiás, cujo objetivo é intercetar voos que possam estar ligados a crimes como o narcotráfico.

De acordo com as autoridades brasileiras, a aeronave aprendida chegou a aterrar numa pista clandestina de Quirinópolis, em Goiás, onde tentou descarregar os estupefacientes, mas, ao detetar a presença de polícias militares e federais no local, retomou o voo.

Segundo a FAB, três aeronaves militares intercetaram o avião, que foi forçando a aterrar na cidade de Rio Verde, a cerca de 230 quilómetros de Goiânia, capital do Estado de Goiás.

"Houve uma monitorização, a Polícia Federal compartilhou informações com a Polícia Militar, o que propiciou a apreensão dessa aeronave", explicou o porta-voz da Polícia Militar, o tenente-coronel Geraldo Pascoal, citado pelo portal de notícias G1.

A imprensa brasileira avançou que em terra houve uma troca de tiros e três suspeitos foram mortos, que o Instituto Médico-Legal ainda não tinha conseguido identificar.

Armas e carros usados na prática do crime foram também apreendidos.

Exclusivos

Premium

Betinho

Betinho: "NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus à seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.