Óbito/Kofi Annan: Embaixador na Nigéria representa Portugal no funeral

Portugal será representado pelo embaixador em Abuja, Nigéria, no funeral de Estado do antigo secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan, que se realiza na quinta-feira no Gana, disse à Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O diplomata português António Pedro Rodrigues da Silva, embaixador em Abuja, é igualmente acreditado em Acra, capital do Gana.

As exéquias fúnebres começaram na terça-feira, com a câmara ardente instalada no Centro Internacional de Conferências de Acra, e continuaram hoje com a presença de personalidades, líderes tradicionais e diplomatas.

As autoridades, que declararam três dias de luto nacional, disseram ter organizado o funeral da forma mais simples possível, de acordo com os desejos do antigo secretário-geral da ONU, falecido no dia 18 de agosto, aos 80 anos.

Entre as personalidades que deverão estar presentes no funeral estão o atual secretário-geral da ONU, António Guterres, assim como presidentes de países africanos como o Zimbabué, Costa do Marfim, Libéria, Namíbia e Níger.

O vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa, representa o chefe de Estado angolano na cerimónia.

O ex-Presidente timorense e Prémio Nobel da Paz, José Ramos-Horta, vai representar Timor-Leste.

Kofi Annan foi o primeiro africano subsaariano a assumir o cargo de secretário-geral da ONU e esteve à frente das Nações Unidas num dos períodos mais turbulentos da organização, tendo cumprido dois mandatos como secretário-geral da ONU, de 01 de janeiro de 1997 a 31 de dezembro de 2006.

O também prémio Nobel da Paz (2001) ficou ligado à história de Timor-Leste: poucos minutos antes das 00:00 de 20 de maio de 2002, entregou formalmente Timor-Leste aos timorenses, numa cerimónia que marcou a restauração da independência do país.

Liderou a organização durante o conturbado período da Guerra no Iraque (2003-2011), antes de ver o seu registo manchado por acusações de corrupção no caso "petróleo por comida" para o Iraque, tendo sido posteriormente ilibado.

Kofi Atta Annan nasceu em 08 de abril de 1938, numa família de elite em Kumasi, Gana, filho de um governador provincial e neto de dois chefes tribais.

Ler mais

Premium

robótica

Quando os robôs ajudam a aprender Estudo do Meio e Matemática

Os robôs chegaram aos jardins-de-infância e salas de aula de todo o país. Seja no âmbito do projeto de robótica do Ministério da Educação, da iniciativa das autarquias ou de outros programas, já há dezenas de milhares de crianças a aprender os fundamentos básicos da programação e do pensamento computacional em Portugal.

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...

Premium

João César das Neves

Donos de Portugal

A recente polémica dos salários dos professores revela muito do nosso carácter político e cultural. A OCDE, no habitual "Education at a Glance", apresenta comparações de indicadores escolares, incluindo a remuneração dos docentes. O estudo é reservado, mas a sua base de dados é pública e inclui dados espantosos, que o professor Daniel Bessa resumiu no Expresso de dia 15: "Com um salário que é cerca de 40% do finlandês, 45% do francês, 50% do italiano e 60% do espanhol, o português médio paga de impostos tanto como os cidadãos destes países (a taxas de tributação que, portanto, se aproximam do dobro) para que os salários dos seus professores sejam iguais aos praticados nestes países."