Novos livros de Catarina Sobral e Oliver Jeffers nas novidades da Orfeu Negro

Um livro de Oliver Jeffers sobre os humanos e a Terra, outro de Catarina Sobral sobre o começo do Universo fazem parte das novidades literárias da Orfeu Negro para os mais novos, a editar até ao final do ano.

Do autor irlandês Oliver Jeffers, que tem já vários títulos publicados em Portugal, sai este mês "Aqui estamos - Apontamentos para viver no planeta Terra", livro ilustrado inspirado no nascimento do filho.

Publicado originalmente no outono passado, "Aqui estamos" é o primeiro livro informativo de Oliver Jeffers, e pode ser entendido como uma introdução ao que é o mundo para quem acaba de nascer, explicando quem nele habita, como se comportam pessoas e animais, mas também, numa escala maior, o que é o espaço e as constelações.

"Baseia-se nas coisas que comecei por dizer ao nosso filho recém-nascido, no momento em que o levámos para casa e lhe fiz uma rápida descrição do apartamento", afirma o autor na página oficial.

Mas, o álbum ilustrado tem ainda uma ressonância mais ampla e ligada à atualidade, em particular às mudanças políticas nos Estados Unidos, onde Oliver Jeffers vive: "Senti que se tornou mais urgente reafirmar coisas básicas que os meus pais me ensinaram sobre os conceitos básicos da Humanidade. Queria que o meu filho percebesse que somos seres individuais e únicos, mas estamos nisto juntos".

Entre as novidades literárias da Orfeu Negro, na chancela Orfeu Mini, em outubro, sairá "Impossível", novo livro ilustrado de Catarina Sobral, também uma estreia na não-ficção, e que conta a história do aparecimento do Universo.

O livro surge depois de Catarina Sobral ter contado a história num espetáculo para a infância, e será apresentado em outubro no LU.CA - Teatro Luís de Camões, em Lisboa.

Em novembro, a editora publicará um livro sobre sons, ruídos e silêncio, intitulado "Alto, baixo, num sussurro", da premiada dupla ucraniana Romana Romanyshyn e Andriy Lesiv.

Até ao final do ano sairão ainda novos livros ilustrados de autores que a Orfeu Negro tem publicado recentemente: "O Olharapo", de Benji Davies, "Oh não, Sebastião!", de Chris Haughton, e "Animais selvagens do sul", de Dieter Braun.

Ainda com o título provisório "Explorador ou timoneiro?", a autora portuguesa Madalena Moniz editará também novo livro em novembro.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".