Novo diretor do Instituto de Língua Portuguesa conta com Cabo Verde para a sua missão

O novo diretor executivo do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), Incanha Intumbo, disse hoje contar com a "abertura de Cabo Verde", país onde está sedeado esta instituição da CPLP, para a concretização da tarefa que assumiu.

De acordo com a agência de notícias cabo-verdiana, Inforpress, o guineense Incanha Intumbo esteve hoje reunido com o ministro dos Negócios dos Estrangeiros e Comunidades de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, na cidade da Praia.

No final deste encontro, Incanha Intumbo referiu que a equipa com que está a trabalhar "é uma" e disse contar com "a abertura de Cabo Verde".

Luís Filipe Tavares, também citado pela Inforpress, demonstrou "disponibilidade total" do Governo cabo-verdiano para ajudar na implementação do programa de atividades e das novas ideias do novo diretor executivo do IILP.

"Juntos conseguiremos fazer muito, não só para a CPLP [Comunidade dos Países de Língua Portuguesa], mas também para Cabo Verde, porque a sede do IILP está em Cabo Verde e queremos o apoio dessa instituição na materialização de um conjunto de medidas e políticas que o Governo que implementar no âmbito do reforço da língua portuguesa", acrescentou.

O IILP tem por objetivos fundamentais "a promoção, a defesa, enriquecimento e difusão da língua portuguesa como veículo de cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização em fora internacionais".

Ler mais

Exclusivos