Museus vão levar arte e ciência aos idosos de lares de Bragança e Vimioso

Os museus de Bragança vão visitar os lares e levar arte e ciência aos idosos sem condições para se deslocarem e trocar experiências com a cultura e sabedoria dos mais velhos, anunciou hoje um dos parceiros.

"Do Museu ao Lar" é o lema da iniciativa que, a partir de outubro, arranca em três lares, dois no concelho de Vimioso, os de Vimioso e Carção, e um do concelho de Bragança, a Fundação Betânia.

Os idosos vão ser visitados pelo Museu Abade de Baçal, Centro de Arte Contemporânea Graça Morais e Centro de Ciência Viva de Bragança, como disse à Lusa a responsável por este último equipamento, Ivone Fachada.

Segundo explicou, a ideia partiu de Fátima Alves, uma especialista em acessibilidade que trabalhou no Museu do Louvre, em Paris, e que é natural de Carção, concelho de Vimioso, no Nordeste Transmontano.

O desafio lançado é "para, a partir de outubro, começar esta dinâmica de os três museus irem visitar os seniores que não se podem deslocar" para visitar estes espaços culturais.

A iniciativa prevê também que os idosos com mobilidade possam visitar os museus envolvidos, "num intercâmbio e troca de experiências".

No caso do Ciência Viva, o contacto com os idosos será feito "com atividades práticas e a ciência no dia-a-dia", tentando mostrar o cariz científico dos conhecimentos adquiridos ao longo da vida.

"Queremos que estas pessoas, que têm uma cultura e uma sabedoria enormes, nos possam ensinar todos os conhecimentos que têm, desde a agricultura, questões de saúde, as plantas medicinais, etc., e depois nós damos-lhes aquele cariz científico", explicou.

Para o efeito estão previstas "experiências, demonstrações de pequenos fenómenos que muitas vezes, eles se calhar desconhecem, mas se ninguém lhes desse aquela perspetiva mais cientifica, poderiam não estar despertos para essa realidade", como ilustrou Ivone Fachada.

"No fundo é complementar um pouco todo o conhecimento que eles já têm e dar-lhe um vínculo um bocadinho mais científico", resumiu.

O Museu Abade Baçal e o Centro de Arte Contemporânea terão intervenções "relacionadas com as obras de arte e para sensibilizar para a questão das artes e pôr as pessoas a refletir e a apreciar o que é belo", segundo disse.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

Pub
Pub