Museu Carlos Machado nos Açores recebe espólio de antigo diretor da instituição

O Museu Carlos Machado, em Ponta Delgada, recebeu um acervo composto por mais de 1500 objetos doados pelos herdeiros de Nestor de Sousa, antigo diretor da instituição, um "importante e notável conjunto patrimonial já em processo de inventariação".

De acordo com uma nota hoje divulgada pela direção regional da Cultura, trata-se de uma "doação dos herdeiros de Nestor de Sousa, Alcina da Silva Carreiro César e João da Silva, um acervo de mais de 1500 objetos, entre os quais obras de arte e peças de artes decorativas, trajo, etnografia regional, numismática, medalhística, mobiliário e arte sacra".

"Este ato de generosidade e profundo sentimento de participação cívica na preservação da memória e do património cultural vem enriquecer o espólio do Museu, que assim permanece na sua missão de salvaguarda patrimonial própria das suas obrigações e funções museológicas", sublinha a nota enviada às redações.

O conjunto doado congrega mais de 70 obras da autoria de artistas plásticos açorianos, entre os quais Urbano, Luís França, Machado da Luz, Domingos Rebelo, Canto da Maya, Álvaro Raposo de França, Carlos Carreiro, Eduardo Teixeira, Victor Câmara, Maria Tomás e Tomaz Borba Vieira.

"Entre os artistas plásticos nacionais contemplados nesta doação, salienta-se o pintor naturalista Carlos Reis, assim como artistas da geração modernista, na qual se incluem Almada Negreiros, Rafael Gustavo Bordalo Pinheiro, Stuart Carvalhais, Rocha Vieira e Jorge Barradas", acrescenta a nota.

Além do "valor acrescentado que as peças doadas representam para as coleções", sublinha a mesma nota, destacando ainda a "profunda cidadania e sensibilidade cívica dos doadores, aliadas a um sentido e revelador ato de generosidade, da qual muitas vezes, e como é o caso, vivem e respiram os objetos que os museus acolhem, preservam, estudam e divulgam".

Nestor de Sousa, foi um historiador e grande apreciador da arte e do património cultural.

Foi diretor do Museu Carlos Machado, entre os anos de 1975 e 1985.

Ler mais

Exclusivos