Moçambique debate exploração sustentável dos oceanos com especialistas

Maputo, 23 mai 2019 (Lusa) - O governo de Moçambique organiza hoje e sexta-feira a primeira Conferência Internacional "Crescendo Azul", para promover a economia azul, ou seja, baseada nos oceanos.

O evento serve para o país se juntar ao movimento global dinamizado pelas Nações Unidas para promover a concertação e partilha de conhecimento com vista à "conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos", nota a organização.

O programa da conferência é composto por debates temáticos com a participação de especialistas e governantes de vários países - nomeadamente nove ministros da região austral e outras partes de África, assim como da ministra do Mar de Portugal, Ana Paula Vitorino.

Quase um terço das reservas mundiais de peixe está a ser capturado além de seus limites sustentáveis, segundo dados do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a segurança alimentar global, "questões como a poluição marinha, o aumento do nível do mar e a destruição dos ecossistemas aquáticos devem ser abordadas", destaca a organização, que participa na conferência.

Ler mais

Exclusivos