Mais de 72.000 alunos frequentam aulas ao ar livre no sul de Angola

Mais de 72.000 alunos do ensino primário, na província angolana do Cunene, estão a frequentar o ano letivo ao ar livre, sobretudo debaixo de árvores, por "insuficiências de salas de aula", disse hoje o diretor provincial da Educação.

Em declarações à agência angolana Angop, o responsável da Educação do Cunene, Domingos José Oliveira, disse que, no total, há72.327 alunos nesta condição e que a província conta com 55.113 crianças fora do sistema de ensino.

O diretor referiu que a província do Cunene, sul de Angola, tem um défice de 5.598 salas de aula para cobrir os seis municípios, mas garantiu que novas salas de aulas deverão ser construídas ao longo do ano, no quadro do Programa de Investimentos Públicos (PIP) local.

Domingos José Oliveira adiantou que a província tem igualmente carência de 3.142 professores no presente ano escolar, que teve início a 01 de fevereiro e decorre até à primeira quinzena de dezembro, com 6.298 docentes.

Pelo menos 214.311 alunos estão matriculados na província no presente ano letivo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Operação Marquês

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

O quinto homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim Helú, é uma das 15 testemunhas que Henrique Granadeiro nomeou para serem ouvidas na fase de instrução do processo Marquês. Começa hoje a defesa do antigo líder da Portugal Telecom, que é acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios.