Mafra regressa às vitórias com triunfo sobre o Varzim

O Mafra recebeu e venceu hoje o Varzim, por 2-0, em jogo da 18.ª jornada da II Liga de futebol, numa partida de sentido único e que permitiu aos mafrenses regressar aos triunfos após de dois jogos sem ganhar.

Miguel Lourenço marcou o primeiro golo do encontro já na segunda parte, ao minuto 64, e Harramiz confirmou o resultado final aos 78.

Com este resultado, o Mafra regressou ao quinto lugar, com 28 pontos, e capitalizou as derrotas de Paços de Ferreira, Estoril Praia e Benfica B, assim como o empate do Famalicão. Já o Varzim, com 22 pontos, mantém o 11.º lugar.

Numa primeira parte dominada pelo Mafra, Zé Tiago obrigou Emanuel a uma defesa a dois tempos, aos 11 minutos, e Harramiz falhou o último toque aos 21, sem oposição e só com o guarda-redes pela frente.

Até ao intervalo, o Mafra acentuou o domínio, sem conseguir acertar no último passe, e o Varzim limitou-se a defender.

Na segunda parte, a recompensa para o Mafra chegou ao minuto 64, com o golo de Miguel Lourenço, que ficou 'esquecido' na marcação de um canto e saltou sozinho para cabecear para o 1-0.

Em desvantagem, o Varzim passou a ter no horizonte a baliza do Mafra, mas ainda antes de criar perigo foi o Mafra a ter a possibilidade de aumentar a contagem, com Harramiz a concluir mal um lance de contra-ataque.

Ao minuto 72, o Varzim atirou pela primeira vez à baliza, com Godinho a desviar para canto o remate de Jonathan.

Com o Varzim balanceado para a frente, o Mafra foi letal no contra-ataque, e Harramiz fez o 2-0, aos 78 minutos, aproveitando uma falha da defesa poveira para fazer o 2-0 com um toque subtil a desviar a bola da 'mancha' de Emanuel.

Jogo no Estádio Municipal de Mafra.

Mafra -- Paços de Ferreira, 2-0.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

1-0, Miguel Lourenço, 64 minutos.

2-0, Harramiz, 78.

Equipas:

- Mafra: Godinho, Rui Pereira, Ministro (Pedro Ferreira, 73), Juary, Ruca, Cuca, Rúben Freitas, Miguel Lourenço, Bruno (João Paredes, 82), Harramiz (Gui Ferreira, 85) e Zé Tiago.

(Suplentes: Janota, Pedro Ferreira, Flávio, Gui Ferreira, Alisson, João Paredes e Ventosa).

Treinador: Filipe Martins.

- Varzim: Emanuel, Pavlovski, Nelsinho (Baba, 67), João Amorim (Júlio Alves, 79), Jonathan, Payne, Silvério, Mário Sérgio, Ricardo Barros, Nélson Agra e Chérif (Ruster, 75).

(Suplentes: Broetto, Sandro, Júlio Alves, Haman, Baikoro, Baba e Ruster).

Treinador: Fernando Valente.

Árbitro: Gustavo Correia (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Nélson Agra (45+1), Jonathan (52) e Ricardo Barros (89).

Assistência: cerca de 500 espetadores.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.