LE: Benfica -- Galatasaray (declarações 2)

Declarações após o jogo Benfica-Galatasaray, da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa, hoje disputado no Estádio da Luz, em Lisboa:

Bruno Lage (Treinador do Benfica): "Preparámos muito bem o jogo, deixámos o adversário jogar de acordo com o que queríamos e criámos várias oportunidades de golo. Podíamos ter chegado ao intervalo em vantagem e na segunda parte alterámos, porque um golo podia mudar emocionalmente o jogo.

Demos alguns passos em frente para criar nós as oportunidades, e a determinada altura sentimos que estávamos confortáveis e começámos a adotar outras cautelas, para não perder a bola e não oferecer situações de transições rápidas ao adversário. Foi nesse sentido a nossa gestão.

O mais importante foi no conjunto dos dois jogos ser a melhor equipa e sermos justos vencedores, passando à eliminatória seguinte.

Digo que vencemos a Liga Europa se me disserem quem é o próximo adversário. Como não conseguem, não posso responder a essa pergunta. Aquilo que mais nos preocupa é a nossa evolução e perceber o adversário. Hoje a equipa soube fazer isso e amanhã [sexta-feira], no sorteio, vamos ver quem o adversário, analisar e preparar o jogo da melhor forma".

Fatih Terim (Treinador do Galatasaray): "Eu tinha dito que, se fosse o Benfica a passar, lhes ia dar os parabéns. Portanto, tenho de o fazer. O Benfica é uma equipa muito forte, temos de admitir. Desejo-lhes sorte e acredito que podem ganhar esta Liga Europa. Acredito que podem ombrear com as grandes equipas que ainda restam em prova.

No primeiro jogo, marcaram um penálti, e agora foi um fora de jogo mal assinalado. De qualquer forma, os golos anulados são culpa da UEFA. Se houvesse VAR não sabemos se íamos passar desta fase, mas pelo menos não íamos ser prejudicados.

Vamos voltar à Europa com mais força e vontade. Eles continuam o seu caminho e nós voltamos para casa".

Ler mais

Exclusivos